Curso de Consolidação – Capítulo 7

postado em 17/04/2017 - 09:40

Aprenda a ser fiel
Uma vez que nascemos de novo, precisamos esquecer o passado e prosseguir para o alvo que está diante de nós; uma vez feito isso, fomos integrados à família de Deus crescendo em tudo para o qual fomos chamados; Ao estar nessa família maravilhosa precisamos praticar a ordem de Deus que é congregar; Após o congregar vemos que temos que ter uma vida cristã que pratica o perdão; Após essa prática aprendemos a estudar a Palavra de DEUS e por fim temos que aprender a ser fiel a Deus.
Vamos dedicar essa ultima lição de consolidação falando deste tema. Porem gostaria de fazer uma consideração importante. Muitas pessoas fecham o coração ao falar deste assunto de tão importância pelo motivo de ser uma questão financeira. Não devemos fechar o coração para um dos assuntos que é mais mencionado na Bíblia, Ela, fala mais disso do que de fé e de salvação; isso porque ainda nos falta revelação do propósito que Ele tem para as nossas vidas em relação a esse propósito.
Infelizmente existe uma mentalidade errada no meio dos brasileiros que confunde pobreza como uma virtude. Na verdade não é isso que a Palavra de Deus ensina; Ela ensina que a pobreza é uma maldição, ela entrou no mundo quando o homem caiu no pecado. Por outro lado a prosperidade é benção de Deus que estão reservadas para a vidas de seus filhos.
Você agora é um filho de Deus, toda maldição em sua vida foi quebrada, por isso cada um de nós podemos usufruir das bênçãos da prosperidade de Deus.
Isaias 1: 19 “ Se você quiser e me ouvir, você comerá o melhor desta terra 
Salmo 23: 1 “ O Senhor é o meu pastor e nada me faltará” 
Filipenses 4:19 E o meu Deus, segundo a sua riqueza em glória, há de suprir, em Cristo Jesus, cada uma de vossas necessidades. 
Todavia a promessa é para os filhos que se consagram a Deus e entregam tudo ao controle dele e que, por isso, já não são governados por Mamom, do deus deste século. A única maneira de nos libertamos de Mamom é entregar o dizimo e as ofertas a Deus. Com isso o tempo de escassez terminará em nossas vidas.
Por que devo ofertar? 
  • Isso me faz parecido com Deus.
“ Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito..João 3;16” 
Deus expressou Seu amor por nós ofertando o Seu Filho. Seguindo o mesmo principio, ofertar também é uma maneira de expressarmos nosso amor por Ele.Praticando isso seremos parecidos com o nosso Pai, porem, ainda existem filhos que não se parem com Deus, seus corações não são completamente de Deus pelo fato de não manifestar tendo a mesma atitude.
  •  O ato de ofertar direciona meu coração para Deus.
Jesus disse: …onde está o seu tesouro, aí estará também o seu coração.
Jesus quis dizer o seguinte: se o meu coração está em Deus, então é para Ele que devo direcionar minhas ofertas. Seu coração é de Deus? Se for você deve aprender a ofertar.
  •  O ato de ofertar honra a Deus.
Honra ao Senhor com os seus bens e com as primícias de toda a tua renda; e se encherão fartamente os teus celeiros, e transbordarão de vinho os teus lagares. Pv. 3: 9 – 10
  • Ofertar é investir.
Daí, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos darão. Lc.6:38
  •  O ato de ofertar traz a benção de Deus em nossas vidas.
PV. 22:9 O generoso será abençoado,
Pv. 11: 25 25 A alma generosa prosperará, e quem dá a beber será dessedentado.
  •  Ofertar é melhor do que receber
At. 20: 35 Mas bem aventurado é dar do que receber.
O que a Bíblia ensina sobre o dízimo 
A palavra dízimo significa a décima parte de alguma coisa. Dez por cento de tudo o que nos vem às mãos deve ser entregue ao Senhor, uma vez que o dizimo é santo, ou seja, separado exclusivamente para Deus. Lv. 27: 32
a. Os dízimos e as ofertas pertencem a Deus. 
Quando deixamos de entregar, estamos roubando a Deus. Se roubar do homem traz maldição, imagine roubar de Deus?
Malaquias 3. 8 – 9 diz: Roubará o homem a Deus? Todavia, vós me roubais e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas. Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais.
b. O dizimo é diferente da oferta. 
O dizimo é dez por cento de tudo o que passa em nossas mãos, a oferta é algo que se dá alem dele.
O dizimo é para proteção contra o devorador, enquanto a oferta é para prosperidade. Malaquias 3:11 diz que ao entregarmos o dizimo, o Senhor nos livrará do devorador. O dizimo é lei, e prova nossa fidelidade. A oferta demonstra o nosso amor e na verdade deveria ser maior do que o nosso dizimo.
Enquanto o dizimo é proteção a oferta é uma semente. A Bíblia diz que aquele que semeia com fartura, colherá com abundancia. II Co. 9:6
Porque devemos entregar o dizimo? 
  •  Porque Deus ordena
Também todas as dízimas da terra…são do Senhor; santas são ao Senhor. Lv. 27. 3
  • Porque Jesus era dizimista.
Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho e tendes negligenciado os preceitos mais importantes da Lei: a justiça, a misericórdia e a fé; devíeis, porém, fazer estas coisas, sem omitir aquelas! Mateus 23:23
– Jesus veio cumprir a lei, logo, foi dizimista eu e você devemos seguir o exemplo Dele.
  • Não entregar o dízimo é roubar a Deus.
Malaquias 3:8 e 9 Roubará o homem a Deus? Todavia, vós me roubais e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas.Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, vós, a nação toda.
  • Porque devemos proteger o que temos.
Malaquias 3.11 por vossa causa, repreenderei o devorador, para que não vos consuma o fruto da terra, a vossa vide no campo não será estéril diz o SENHOR dos Exercitos.
DICAS:
  • Não fique guardando o seu dizimo. Entregue-o no primeiro culto após o recebimento do seu salário. I Co. 16:12
  • Você pode calcular o dizimo baseado no valor do salário líquido ou do bruto, mas a recomendação é a do bruto.
  • Ninguém tem autoridade para administrar o próprio dizimo, nem mesmo às ofertas. Quem administra é a casa do Senhor. O dizimo não deve ser dado para profetas, evangelistas itinerantes, orfanatos, asilos, ou qualquer outra instituição; o dizimo deve ser entregue na casa do Senhor
  • O dízimo deve ser trazido à Igreja onde você é alimentado e cuidado. Entregar em outra Igreja é como se um homem casado desse seu salário a outras mulheres e não à esposa; é prostituição espiritual.
  • Nenhum pastor teu autoridade para liberar uma pessoa de dar seu dizimo. Nenhum homem pode autorizar alguém de obedecer a Palavra de Deus.
  • Deus é primeiro em tudo em nossas vidas, por isso a primeira coisa que devemos fazer é entregar o dizimo a Ele antes de pagar as outras coisas.
  • O dízimo deve ser dado de tudo o que passa em nossas mãos. Isto inclui: horas extras,alugueis, herança,venda de bens móveis e etc.
  • Ninguém pode determinar o que a igreja deve fazer com o dízimo. Ele é administrado pelo governo da Igreja e investido no próprio crescimento da mesma.
  • Procure não ir à igreja de mãos vazias. Dt. 16:16
  • Seja disciplinado e organizado. Sempre ao ir ao culto separe a sua oferta e esteja preparado para viver uma vida plena financeiramente.
  • Se você não é um dizimista fiel, avalie o tipo de vida cristã que está vivendo. Uma vida cristã plena é medida pela disposição do coração em obedecer a DEUS em tudo.
  • Deus nos pede 10% e deixa 90% para administrarmos. Na verdade Ele nos pede pouco e deixa a maior parte em nossas mãos. Os 90% desde que seja abençoado por Deus certamente teremos uma vida plena no SENHOR.

Veja Também

Festa Junina, meu filho pode participar?

Artigos

O Campeonato PIB Imperial de Futebol 2017 vem aí, faça sua inscrição

Notícias

ENQUETE: Atualmente, qual é a maior dificuldade que você enfrenta para se relacionar com Jesus? O que te impede de avançar?

Notícias

Curso de Consolidação – Capítulo 12

Artigos

FAÇA SEU COMENTÁRIO