Curso de Consolidação – Capítulo 11

postado em 2/05/2017 - 16:09

Aprenda a Ofertar

Nesta lição você vai aprender:

O que é dízimo e oferta.

Por que devemos ofertar.

Por que devemos entregar o dízimo a Deus.

Como, quando e onde dizimar.

Dicas práticas de como lidar com a questão do dízimo na sua vida.

 

A maioria de nós, brasileiros, fomos criados com a mentalidade de que a pobreza é uma virtude. Fomos ensinados que o pobre é humilde, que ele está mais perto de Deus e que pedir ao Senhor dinheiro ou bens é errado. Assim, você foi criado numa mentalidade de miséria.

A Palavra de Deus, porém, nos ensina que a pobreza é uma maldição. A pobreza entrou no mundo quando o homem caiu no pecado. A riqueza e a prosperidade, por outro lado, são bênçãos de Deus reservadas para todos os seus filhos. Embora a pobreza esteja vestida com aparência de humildade, ela é uma maldição enviada para impedir você de entrar na bênção de Deus.

Agora que você veio para o reino de Deus, toda maldição está quebrada e a promessa de Deus para você é que:

   Se você quiser e me ouvir, você comerá o melhor desta terra. (Is 1.19)

A promessa é que o Senhor é o seu pastor e nada lhe faltará (Sl 23.1). Chega de comer bem apenas aos domingos, chega de roupa rasgada e sapatos furados, chega de cama quebrada, chega de telefone, água e luz cortados, chega de carro fundindo o motor, chega de morar de aluguel ou em casa sem acabamento e cheia de goteiras, chega de comprar o pior, chega de ser analfabeto, chega de nome protestado, chega de receber salário mínimo.

Você agora é filho de Deus. O dono de toda provisão e riqueza é seu pai e Ele lhe deu as chaves da abundância e da prosperidade dos seus depósitos. Deus não negará nada a você.

Alguns chamam a Deus de Divino Pai Eterno. Se isso for assim, você é o Divino Júnior. Deus tem prazer na sua prosperidade, porque você é filho dEle. Você é o júnior.

Todavia, essa promessa é apenas para os filhos que se consagram a Deus e entregam tudo ao controle dele e que, por isso, já não são governados por mamon, o deus deste século. A maneira como Deus estabeleceu para que você fosse livre de mamon é dando a Ele os dízimos e as ofertas.

  1. Por que eu devo ofertar?
  • Isso me faz parecido com Deus

    Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito… (Jo 3.16)

A maneira de Deus expressar Seu amor por nós foi dando. No mesmo princípio, a maneira de expressar o meu amor a Deus é também dando.

 

  • O ofertar direciona o meu coração para Deus

        Jesus disse:

   onde está o seu tesouro, aí estará também o seu coração. (Mt 6.21)

Se o nosso tesouro está em Deus, então é para lá que direcionaremos nossas ofertas.

 

  • Ofertar honra a Deus

    Honra ao SENHOR com os teus bens e com as primícias de toda a tua renda; e se encherão fartamente os teus celeiros, e transbordarão de vinho os teus lagares. (Pv 3.9-10)

 

  • Dar é um investimento

Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos darão. (Lc 6.38)

 

  • O ato de dar traz a bênção

                O generoso será abençoado. (Pv 22.9)

   A alma generosa prosperará, e quem dá a beber será dessedentado.  (Pv 11.25)

 

  • Dar é melhor que receber

   Mais bem-aventurado é dar que receber. (At 20.35)

 

  1. O que a Bíblia ensina sobre o dízimo.

A palavra dízimo significa a décima parte de alguma coisa. Dez por cento de tudo o que nos vem às mãos deve ser entregue ao Senhor, uma vez que o dízimo é santo, ou seja, separado exclusivamente para Deus. Levítico 27.32 diz:

   O dízimo será santo ao SENHOR.

 

  • Os dízimos e as ofertas pertencem a Deus

Se você deixa de entregá-los, você está roubando a Deus. Se roubar a homens traz maldição, imagine roubar de Deus? Malaquias 3:8 e 9 diz:

   Roubará o homem a Deus? Todavia, vós me roubais e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas. Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais.

 

  • O dízimo é diferente da oferta

Dízimo é dar dez por cento do meu salário, mas a oferta é qualquer coisa que eu dou além do meu dízimo.

O dízimo é para proteção contra o devorador, enquanto a oferta é para prosperidade. Malaquias 3:11 diz que, se dermos o dízimo, o Senhor nos livrará do devorador. O dízimo mostra a nossa fidelidade, mas a nossa oferta demonstra o nosso amor. O dízimo é lei, mas a oferta é amor. A oferta deveria ser maior que o dízimo.

O dízimo não é uma semente, mas as ofertas são sementes. A Palavra de Deus diz que aquele que semeia com fartura colherá com abundância por que Deus é fiel.

    E isto afirmo: aquele que semeia pouco pouco também ceifará; e o que semeia com fartura com abundância também ceifará. (2Co 9.6)

  1. Por que devo entregar o meu dízimo?
  • Porque Deus ordena

    Também todas as dízimas da terra…, são do SENHOR; santas são ao SENHOR. (Lv 27.30)

 

  • Porque Jesus era dizimista

Ele disse que veio cumprir a Lei, logo Ele foi dizimista. E se Ele foi, nós também devemos ser.

Dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho e tendes negligenciado os preceitos mais importantes da Lei: a justiça, a misericórdia e a fé; devíeis, porém, fazer estas coisas (dar o dízimo), sem omitir aquelas! (Mt 23.23)

 

  • O dízimo me lembra de que tudo o que tenho me foi dado por Deus

Antes, te lembrarás do SENHOR, teu Deus, porque é ele o que te dá força para adquirires riquezas; para confirmar a sua aliança, que, sob juramento, prometeu a teus pais, como hoje se vê. (Dt 8.18)

 

  • O dízimo expressa a minha gratidão a Deus

Cada um oferecerá …, segundo a bênção que o SENHOR, seu Deus, lhe houver concedido. (Dt 16.17)

   Que darei ao SENHOR por todos os seus benefícios para comigo? (Sl 116.12)

 

  • Deixar de dar o dízimo é roubar a Deus

Roubará o homem a Deus? Todavia, vós me roubais e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas. Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, vós, a nação toda. (Ml 3.8,9)

  

  • O dízimo libera bênção sem medida da parte de Deus

Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa; e provai-me nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu e não derramar sobre vós bênção sem medida. (Ml 3.10)

 

  • O dízimo é proteção contra o diabo

Por vossa causa, repreenderei o devorador, para que não vos consuma o fruto da terra; a vossa vide no campo não será estéril, diz o SENHOR dos Exércitos. (Ml 3.11)

  

  1. Dicas práticas

 

     Não fique guardando o seu dízimo. Entregue-o imediatamente no culto da igreja. Se você recebe semanalmente, quinzenalmente ou mensalmente, entregue o seu dízimo no primeiro culto após o recebimento. 1Co 16.2 diz:

   No primeiro dia da semana, cada um de vós ponha de parte, em casa, conforme a sua prosperidade…

     Você pode dar o dízimo do líquido ou do bruto, mas nós recomendamos que você dê do bruto.

     Ninguém tem autoridade para administrar os próprios dízimos e nem mesmo as suas ofertas. Quem administra é a casa do Senhor. O que passar disso é do maligno. Não dê dízimos para profetas, evangelistas itinerantes, ou mesmo para orfanatos, asilos, ou qualquer outra instituição.

     Todo dízimo deve ser trazido para a Igreja onde você é cuidado e alimentado. Entregar o dízimo em outra igreja é como um homem casado que dá dinheiro para outras mulheres; é prostituição espiritual.

     Nenhum pastor tem autoridade para liberar alguém de dar o seu dízimo. Nenhum homem pode autorizar alguém a deixar de obedecer a Palavra de Deus.

     Dê o dízimo antes de fazer qualquer pagamento. Quem primeiro paga as contas para depois entregar o dízimo está pecando. Mostra que Deus não é prioridade.

     O dízimo deve ser de tudo, ou seja, de horas extras, venda de bens móveis e imóveis, investimentos, presentes, etc.

     Seja organizado. Faça o controle  de todas as suas entradas, quer sejam poucas ou muitas. Só assim você será um dizimista fiel; caso contrário, você pode estar a mercê do devorador.

     Um empresário somente será considerado fiel no dízimo se ele der o dízimo de sua empresa e não apenas de sua retirada mensal.

     Ninguém pode determinar à igreja o que fazer com o seu dízimo. Quem administra os dízimos são os presbíteros e pastores.

     Os dizimistas fiéis têm o direito de ver o relatório mensal dos gastos da igreja. A igreja tem a obrigação de prestar um relatório, no mínimo anual.

     Ninguém está isento de dar o dízimo. Nem pastor, nem missionário, nem apóstolo, etc.

     Deus não empresta o dízimo para ninguém. Quem conhece a verdade e deixa de entregar o dízimo está debaixo da maldição de roubar a Deus.

     Se você deixou de dar o dízimo por alguns meses, não recomece simplesmente, mas pague todos os atrasados.

     Existe um envelope especial que você deve usar para entregar o seu dízimo. Procure o seu anjo da guarda para que ele o oriente como fazê-lo.

     Procure não vir de mãos vazias para o culto a Deus. Nós tiramos ofertas em todos os cultos. Traga a sua oferta. O Senhor ordenou aos filhos de Israel em Deuteronômio 16.16:

    Não aparecerá de mãos vazias perante o SENHOR.

     Não toque trombeta quando você der oferta na Casa de Deus. Se você procura a glória de homens, esta será a sua recompensa.

Veja Também

Festa Junina, meu filho pode participar?

Artigos

O Campeonato PIB Imperial de Futebol 2017 vem aí, faça sua inscrição

Notícias

ENQUETE: Atualmente, qual é a maior dificuldade que você enfrenta para se relacionar com Jesus? O que te impede de avançar?

Notícias

Curso de Consolidação – Capítulo 12

Artigos

FAÇA SEU COMENTÁRIO