Anjo da Guarda

Por que anjo da Guarda?
A expressão anjo da guarda parece estranha à primeira vista. Outras igrejas usam nomes diferentes para esta mesma função como: consolidador, discipulador ou pai espiritual. Nós escolhemos “Anjo da guarda” porque entendemos que traduz de maneira singela o que nos propomos a fazer: guardar os irmãos que nos foram confiados.
Ser um anjo da guarda é ser um amigo, um companheiro que estenderá a mão e sustentará o novo convertido nos primeiros passos da vida cristã.
A expressão “Anjo da Guarda” refere-se ao anjo do Senhor que se acampa ao redor dos que o temem para guardá-los do mal.
O Salmo 34:7 diz que “O anjo do SENHOR acampa-se ao redor dos que o temem e os livra.”

O que faz o Anjo da Guarda?
Vamos fazer um paralelo entre o trabalho dos anjos e o trabalho dos servos de Deus e você verá  pode ser chamado de “anjo da guarda” em nosso projeto de consolidação.
Separamos 5 (cinco) trabalhos dos anjos que serão as suas principais características como anjo da guarda:
1. Os anjos seguram as forças que destroem a terra – Ap. 7:1
Você também foi chamado para resistir às forças destruidoras de Satanás contra a vida do novo convertido que você está cuidando. Você fará isso por meio da intercessão.

Atividades:
 Faça desse novo convertido uma prioridade nas suas orações. Ore por ele todos os dias.
 Procure conhecê-lo e saber as suas necessidades. Coloque-as em oração diante de Deus.
 Você também será responsável para ensiná-lo a orar. Deixe que ele o veja orando e faça orações para que ele possa repeti-las junto com você.
 2. Os anjos são seladores de homens – Ap. 7:3

Cabe aos anjos selarem os escolhidos de Deus. A você também foi confiada a mesma responsabilidade. O batismo é o selo que nos foi designado para ministrar aos homens. Ninguém pode se batizar em nossa igreja sem ter um “anjo da guarda” como consolidador.

Atividades:
 Esteja certo de que o recém convertido fez o “Curso das águas”.
 Ajude-o no dia do batismo orientando-o com relação a roupas e becas.
 Desça junto com ele no batistério para ministrar o batismo, junto com o pastor de rede.
 Ajude-o a entrosar-se com os membros da célula.
 3. Os anjos declaram a palavra e os mistérios de Deus – Ap. 10:1-14
 Declarar os mistérios de Deus tem a ver com o ensino da Palavra. Como anjo da guarda você irá ensinar a Palavra de Deus ao novo convertido através do curso de Consolidação.

Para ele a Palavra de Deus ainda é um mistério, mas você vai ajudá-lo a receber revelação.

Atividades:
 Prepare-se antes de ministrar a ele a lição da semana.
 Esteja aberto para ajudá-lo em suas dúvidas, seja de que tipo for. Pesquise.
 Certifique-se de que ele está lendo as lições do livro “COMEÇANDO SUA NOVA VIDA”.
 Veja se ele já adquiriu uma Bíblia.
 Forneça a ele um plano de leitura bíblica para que ele comece a ler a Bíblia.
 Ajude-o a encontrar as referências durante os cultos e a célula.
 4. Anjos são guerreiros das batalhas espirituais – Ap. 12:7

 Você também irá confrontar o mundo espiritual através da oração intercessória e da libertação. Seu objetivo será ver o novo convertido livre das amarras e cadeias espirituais.

Atividades:
 Faça o roteiro de libertação e quebra de influências com ele.
 Se necessário encaminhe-o para o processo de libertação com o pastor.
 Ensine-o a ser intenso e ativo em todas as reuniões da Igreja.
 Ensine-o a resistir ao diabo.
 5. Anjos guardam as portas da cidade santa – Ap. 21:12.
 Os anjos são guardas e vigias. Isto certamente se relaciona com o pastoreio e a guarda do rebanho de Deus. Como Anjo da Guarda sua principal função será guardar o novo convertido que lhe for confiado.

Atividades:
 Encontre-se com o ele uma vez por semana para ministrar o “Curso de Consolidação”.
 Mantenha contato com ele por telefone durante a semana. Ligue para abençoá-lo.
 Ligue para ele no dia da célula para lembrá-lo da reunião.
 Cheque se ele veio ao culto de celebração. Se não, ligue pra ele no mesmo dia.
 Observe se antigos amigos estão tentando puxá-lo de volta para o mundo. Guarde-o.
 Seja um canal de amor para ele, pois é através de você que ele vai experimentar o amor de Deus.
 Ame-o incondicionalmente. Ele é uma ovelhinha do Senhor.
 Deixe que ele seja o centro do relacionamento de vocês.

CUIDAR é a palavra chave do anjo da guarda.
COMPROMISSO
UNIÃO
INTERCESSÃO
DEDICAÇÃO
AMOR
RESPONSABILIDADE

1-) Compromisso
Seu discípulo é sua prioridade. Discipular demanda tempo e esforço.
 1. Encontre-se com seu novo irmão semanalmente.
 2. Telefone no meio da semana para saber como ele está e se tem alguma necessidade de oração.
 3. Entre em contato imediatamente quando ele faltar à reunião da célula ou da Igreja.
 4. Preparar-se para cada encontro com oração.
2-) União
Você é um elemento de união para o novo crente.  Você é o “ligamento” que está entre ele e a Igreja.  Como tal, você tem a missão de:
 1. Uni-lo a Cristo, através de uma experiência cada vez mais profunda com Ele
 2. Uni-lo à Célula, através de uma participação efetiva em suas reuniões.
 3. Uni-lo à Igreja, como um todo, através da sua participação, batismo e integração.

3-) Intercessão
Interceder é colocar-se no lugar de outro e pleitear a sua causa como se fora própria. Intercessão é importante para gerar o novo crente e para formá-lo.
 1. Faça do novo crente que lhe foi confiado, uma prioridade de oração.
 2. Procure conhecer suas necessidades e submetê-las à oração.
 3. Dependa do Espírito Santo para ajudá-lo a orar por questões específicas conhecidas e por áreas que Ele colocar em seu coração.
 4. Orem juntos.

4-) Dedicação
Ser um anjo da guarda exige uma verdadeira dedicação.  Dedicar-se  é consagrar-se, devotar-se.  Sua tarefa é encorajar e apoiar o novo crente.
 Orar com ele e por ele.
 Ouvi-lo em seus problemas.
 Ajudá-lo.
 Tudo isso exige dedicação.

5-) Amor
O amor de Deus já foi derramado no seu coração.  É só deixá-lo fluir através de você para o discípulo. Seja um canal do amor de Deus para o seu discípulo.  É através de você, em primeiro lugar, que ele vai provar o amor e cuidado do Pai, através da Igreja.  Ame-o incondicionalmente.  Deus ama porque o amor é a essência do Seu ser.  Você é filho de Deus e pode dispensar essa qualidade de amor.
 Seu amor não depende da atitude do novo crente, mas da vida de Deus em você.
 Ame-o em todas as circunstâncias, porque o amor é a força motora no cuidado do novo crente.
6-) Responsabilidade
Deus lhe confiou uma vida e espera que você cuide dela com  um senso de responsabilidade. Isso envolve:
 1. Uma disposição de investimento de tempo de qualidade .
 2. A consciência de que na vida da Igreja existe um relacionamento de prestação de contas.
 3. Um acompanhamento cuidadoso de todos os passos que o novo crente deve dar dentro da vida da igreja.
 4. Você não apenas informará qual a nova tarefa na subida, como também o estimulará e o ajudará a prosseguir com firmeza e sem atraso.
Eu quero ser um anjo da guarda?  Como faço?
1º Passo: Levar uma pessoa a Cristo por meio da célula ou do encontro com Deus.
2º Passo: Acompanhar a pessoa no encontro e iniciar os primeiros passos da vida cristã através do livro “Começando sua nova vida”.
3º Passo: Concluir o livro “Começando sua nova vida” na semana após o encontro com Deus.
4º Passo: Acompanhar a pessoa no curso das águas e efetivar a inscrição para o batismo.
5º Passo: Estar presente no dia do batismo, descendo as águas e entregando o certificado ao novo convertido.
6º Passo: Ter encargo pelo pastoreio e discipulado ministrando o livro “manual de consolidação”.

Veja Também

Festa Junina, meu filho pode participar?

Artigos

O Campeonato PIB Imperial de Futebol 2017 vem aí, faça sua inscrição

Notícias

ENQUETE: Atualmente, qual é a maior dificuldade que você enfrenta para se relacionar com Jesus? O que te impede de avançar?

Notícias

Curso de Consolidação – Capítulo 12

Artigos

FAÇA SEU COMENTÁRIO